História de Ginástica Aeróbica

----História de Ginástica Aeróbica
História de Ginástica Aeróbica2018-09-01T14:37:50-03:00

Por  Luis Ramiro Lima, diretor do Centro Esportivo Ramiro, Técnico das Seleções Temporárias Nacionais.

A Ginástica Aeróbica Esportiva (GAE) além de ser um esporte de grande beleza, é caracterizada pela habilidade de realizar um grande número de movimentos complexos originados da ginástica aeróbica tradicional (academia), movimentos de flexibilidade da Ginástica Rítmica e saltos e esquadros da Ginástica Olímpica.

Muitos procuram esta modalidade esportiva não só por sua beleza e complexidade, mas também, pelo fato de comover um público grande em poucos minutos de apresentação.

Os requisitos necessários para praticar esta modalidade são: força, equilíbrio, flexibilidade, coordenação, carisma e explosão.

Assim, o praticante de GAE vence a todo instante, uma etapa, uma dificuldade, se aprimorando e se aperfeiçoando não só como atleta, mas também como ser humano, por conta da sensibilidade oriunda da parte artística do esporte.

Na década de 80 surge uma tendência mundial que visa uma vida mais saudável, procurando um equilíbrio entre corpo e mente, por conseqüência nos EUA como grande detentor da tecnologia esportiva, criam-se aulas de Ginástica Aeróbica de academia de baixo impacto.

Com o passar dos tempos vislumbrou-se a possibilidade de acrescentar àquelas coreografias, que visavam única e exclusivamente, a manutenção do corpo, movimentos mais complexos, como saltos, força e flexibilidade.

A junção harmônica da coreografia e dos movimentos fez com que surgisse uma nova modalidade esportiva. Neste momento (1989), as primeiras Federações de Aeróbica começaram a surgir pelo mundo, organizando seus respectivos campeonatos.

Atualmente existem quatro Federações Internacionais de Ginástica Aeróbica mas  a Federação de Ginástica do Estado do Rio de Janeiro está oficialmente filiada á FIG – Federação Internacional de Ginástica.